quarta-feira, 1 de março de 2017

Resenha: Um Útero é do Tamanho de um Punho

Oi, gente! Como vocês estão? Leram bastante no feriado de Carnaval? Hahaha

Hoje eu falarei um pouco pra vocês do livro de poemas "Um Útero é do Tamanho de um Punho", da escritora brasileira Angélica Freitas. A obra foi lançada pela Cosac Naify em 2013.

A condição feminina é o tema central do livro, que traz, em sua maioria, poesias críticas ao estigma que ainda possuímos (como sociedade patriarcal e machista) das mulheres. A obra é boa para quem quer refletir mais sobre gênero, feminismo e sexualidade.


O que me fez ler esse livro foi inicialmente o título, que me chamou a atenção. Até então, não sabia que a autora era brasileira, que nasceu no Rio Grande do Sul também, e que o livro trazia poesias engajadas socialmente. Foi uma boa surpresa. A linguagem do livro é fácil e irônica, e retrata bem como a mulher é vista, coberta de estigmas e senso comum. 

O livro é um bom representante de todas aquelas mulheres que, assim como eu, se veem como independência e ficam indignadas ao ver certas atitudes machistas, como achar que uma mulher de vestido está "pedindo" e/ou "provocando", etc.





A mulher é uma construção
a mulher é uma construção
deve ser
a mulher basicamente é pra ser
um conjunto habitacional
tudo igual
tudo rebocado
só muda a cor
particularmente sou uma mulher
de tijolos à vista
nas reuniões sociais tendo a ser
a mais mal vestida
digo que sou jornalista
(a mulher é uma construção
com buracos demais
vaza
a revista nova é o ministério
dos assuntos cloacais
perdão
não se fala em merda na revista nova)
você é mulher
e se de repente acorda binária e azul
e passa o dia ligando e desligando a luz?
(você gosta de ser brasileira?
de se chamar virginia woolf?)
a mulher é uma construção
maquiagem é camuflagem
toda mulher tem um amigo gay 
como é bom ter amigos
todos os amigos tem um amigo gay
que tem uma mulher
que o chama de fred astaire
neste ponto, já é tarde
as psicólogas do café freud
se olham e sorriem
nada vai mudar –
nada nunca vai mudar –
a mulher é uma construção

Vale a pena ler! E vocês, já conhecem a escritora e/ou leram algo dela? Contem pra gente!




9 comentários:

  1. Oiii, tudo bem?
    Fiquei realmente interessada em realizar a leitura desse livro também, a sua resenha até que ficou convincente e gostei muito dessa capa!
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  2. Nossa adorei a obra, é muito a minha cara!
    Preciso!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. O título realmente chama atenção!
    Muito bacana um livro com poemas onde fala sobre machismo e sobre a mulher e tudo que a gente passa, com certeza uma excelente leitura.

    ResponderExcluir
  4. Gente, esse título desperta a atenção de qualquer um kk Super fiquei curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá, uau!!! Que textos lindos!!! O título é realmente muito atraente e a obra é poderosa. Vou anotar essa dica!! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá! Adorei o texto, e o título é bem atraente também. Vou pesquisar mais sobre ele, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia a autora e nem o livro, mas parece bem interessante, sua resenha me fez ficar bem curiosa sobre ele. Adorei a dica. Bjs

    www.livrosemretalhos.com.br

    ResponderExcluir
  8. O título realmente chama atenção, mas confesso que não entendi muito bem a capa...
    Interessante a autora usar o poema para fazer suas críticas sociais em relação aos problemas enfrentados por nós mulheres. Pelo exemplo que você disponibilizou, acredito mesmo que seja uma leitura e tanto.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Olá !!! Ainda não conhecia o livro nem a autora, mas sua resenha me deixou curiosa. Acredito que a leitura vale super a pena. Muito bom você compartilhar a indicação, bjoo

    ResponderExcluir